From Janeiro 2013

Paperman


Realizado por John Kahrsm Paperman é uma pequena maravilha de animação. Utiliza técnicas mistas entre o tradicional e o computador, conseguindo um visual de certa forma retro, sendo na verdade um processo tecnologicamente muito avançado e nunca utilizado antes. A técnica chamada Meander, segundo o próprio realizador pretende juntar a expressividade do traço bidimensional com a profundidade e estabilidade das técnicas computorizadas. Está nomeado para o Oscar para a melhor curta de animação.

L123 (seguido de Cevadilha Speed)

L123 (seguido de Cevadilha Speed)

Estas duas histórias publicadas nesta edição pelo SIBDP em Outubro de 1998, foram originalmente dadas à estampa na revista Tintin em 1981 e 1982, tinha o autor 27 anos, sete de banda desenhada.
“L123″ com o seu traço arrojado, consegue a proeza de ser também clássico. Uma escrita eficaz baseada nos ambientes que o próprio autor vivia nos subúrbios. O próprio título era a designação do passe dos transportes sociais da grande Lisboa. “Cevadilha Speed” completa o retrato e confirma apenas o que Relvas deixava adivinhar na obra precedente: Apesar de tudo há luz no fundo do túnel. Seja nos olhos de uma bela rapariga, seja nos mares dos copos de bagaço.
Está disponível na livraria, assinado pelo autor (estes em quantidade limitada), por 5,00€.
Salão Internacional de Banda Desenhada do Porto